novembro 10, 2015

A Carta

Eu passei muito tempo, tentando encontrar palavras que pudessem descrever a forma como me sinto em relação a tudo o que me aconteceu. E tudo o que aconteceu entre nós,.. Queria dizer, da forma mais clara e sincera o quanto todas aquelas coisas ruins me machucaram, e queria te forçar a me entender. Algo que parecia praticamente impossível. Todo esse tempo me foi válido, de diversas maneiras. Eu pude enxergar tudo de fora, e por diversos ângulos, Pude ver tudo de uma forma diferente e com outros olhos. Eu finalmente vi o que aconteceu e o que acontecia. Eu finalmente entendi, que relacionamentos não acabam por culpa de um... Eu sempre repetia pra você, "relacionamento é a dois, eu estou tentando, você precisa tentar também", porém esse mantra parecia não se aplicar muito bem a mim também. Eu fui egoísta, eu queria que você fosse igual a mim. Eu passei tanto tempo, pensando em mim, Pensando na minha dor. Que não conseguia enxergar o que realmente acontecia ali, o que acontecia dentro de nós. Nosso erro foram os extremos. Você com a sua indiferença ao que acontecia, eu com a importância que eu dava a tudo o que acontecia. Eu passei tanto tempo focada ao que me fazia sofrer, tão focada em mim e na minha dor, que não pude enxergar a sua dor, e o quanto aquilo machucava você também. E preciso admitir que, do seu jeito, você também tentou... Eu levei um ano, pra entender. Um longo ano, pra perceber que as coisas não eram tão ruins quanto eu pintava, e que metade de tudo aquilo, foi minha culpa. Eu levei um ano, pra finalmente perceber o quanto eu deveria te pedir desculpas por tudo o que eu te fiz passar... Que deveria te pedir desculpas por ter partido seu coração também. Também me dei conta de que agora não faz mais sentido, porque isso já não te incomoda tanto. Mas eu tentei, e pedi pra conversarmos... Eu queria te dizer. Dizer que sinto muito ter desistido de nós, mas que ambos sabemos que foi melhor assim, pros dois lados. Dizer que nós estávamos errados, e que nos desgastamos demais, e que seria um erro, voltar a insistir naquele erro. Que nossas atitudes acabaram se tornando todas erradas. E que você era a pessoa certa no momento errado. Você era. Eu sei disso. Todo esse amor aqui dentro de mim, me diz que você era. Nós eramos o destino um do outro, mas tudo aconteceu intenso demais, e errado demais. E de tudo, o que eu mais gostaria de dizer... É que, foram ótimos 3 anos e 8 meses. Com você eu vivi, aprendi muitas coisas, boas e ruins. E tivemos ótimos momentos juntos.
Eu decidi escrever para você essa noite, pois estava cansada de toda essa dor e culpa guardada dentro do meu coração. Guardada dentro de mim... Eu decidi te escrever, pra poder me libertar de tudo o que se passa aqui dentro e tanto me machuca. Porque o que me dói mais, é saber o quanto machuquei você também. E eu sei que hoje estamos indo muito bem separados, livres e felizes um sem o outro. E me deixa muito feliz, ver você feliz. Um ano atrás, eu tomei a decisão de mudou nossas vidas definitivamente. E hoje, eu estou tomando a decisão que vai mudar mais uma vez, minha vida, definitivamente... Nessa carta, eu te peço desculpas, e muito mais do que isso. Eu te digo Adeus. Eu liberto o meu coração, eu me liberto de você, e te liberto de mim. De uma vez por todas. Sem deixar resquícios da dor e todo aquele sofrimento incurável que me prendeu e me puxou pra baixo durante muito tempo. Liberto, pra carregar dentro de mim, carinho, admiração, e orgulho de tudo aquilo que passamos juntos. Carregar dentro de mim, as risadas, as brincadeiras, e os momentos felizes e idiotas que vivemos juntos. E dentro de mim, também sinto que é verdade. E que esse é o fim. Respiro fundo e aliviada. Uma pena essa carta nunca chegar até você... Eu te amo, seja feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário