janeiro 15, 2011

Será?


Não vale mesmo nem sequer um suspiro,
mas me arranca montes e montes deles.
Não entendo esse tamanho poder.
Talvez eu seja obrigada a acreditar,
que estamos mesmo destinados a ficar juntos.
Pois então, se me pertence, por que não fica de uma vez?
Por que não fica, e me tira essa dúvida.
Será você, minha lagosta?


"Você sabe o quanto sou uma tola por você
Você me tem atada entre seus dedos
"

The Cranberries - Linger

janeiro 08, 2011

Cale-se


Pare com essa ladainha,
eu já não aguento mais escutar.
Meus ouvidos doem com o tom de sua voz,
e cada vez que você abre a boca,
sinto um aperto em meu peito,
como deve se sentir uma árvore,
sendo arrancada precocemente de seu canto,
com raiz e tudo.
Me poupe desse teu discurso manjado,
passado e repassado na frente do espelho.
Desculpas esfarrapadas,
histórias mal contadas,
mentiras deslavadas.
Já basta disso tudo.
Suas palavras não possuem mais valor algum.
Então apenas se cale, eu preciso de silencio.