agosto 24, 2013

E então tudo aquilo que fingi esquecer, volta.
E torna tudo um pouco mais difícil...
Eu que só sabia sentir, não sei mais como faze-lo.
Só quero me fechar no meu casulo, minha proteção.
E não ver mais, não sentir, não saber.
Me sinto presa em um eterno calabouço.
No fundo, no escuro.
Perdida, sozinha.
O mundo aqui fora é muito feio, e por dentro as pessoas também.
Vou desaparecendo devagar, sumindo em meu casulo.
Para me proteger disso tudo...