Sinto me como um pequeno pássaro preso em uma gaiola, que é esperto o suficiente para saber onde e como abrí-la, mas tem medo do que pode encontrar do lado de fora.
Os perigos e sofrimentos que pode sofrer.
Mas será que é mais seguro do lado de dentro ou do lado de fora?
Aqui sinto me amado e bem cuidado, mas ainda assim, mesmo sem tentar fugir, quebraram minhas asas e me machuram. Quebraram me por dentro. Privaram me da liberdade.

Comentários

Postagens mais visitadas